HOME
  Atendimento (21) 3171-7854 / 2493-7854 / 2653-1621     FACEBOOK   TWITTER   YOUTUBE  
 
 
 
  ANVISA - Licença Concedida  
 

Agência Nacional de Vigilância Sanitária

 
   
 

Matéria Jornal O Globo de 05/08/2012

“SÃO PAULO - De um lado, cerca de 15% das mulheres brasileiras que, segundo estimativas, por problemas delas ou dos parceiros, têm dificuldade de engravidar. De outro, especialistas de um mercado cada vez mais lucrativo: o da reprodução assistida. No meio, nenhuma lei, apenas normas elaboradas em 2011 pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) e, em 2010, pelo Conselho Federal de Medicina tentando regulamentar o setor.
A conclusão: regulação e fiscalização ainda muito longe da eficácia. De um total estimado de 200 clínicas que oferecem serviços de inseminação artificial e fertilização in vitro, apenas 78 cumpriram a resolução da agência que as obriga a dar informações, chamada RDC 23.”

 
     
 
 
     
 

   A Pró Nascer foi à primeira clínica de reprodução humana assistida do Rio de Janeiro a cumprir as exigências da ANVISA (RDC23) por entender que a resolução buscava regulamentar estabelecimentos e profissionais capacitados a fim de fornecer maior segurança aos pacientes que buscam tratamento de infertilidade.
Conforme conclusão do jornal O Globo, a fiscalização está muito longe da eficácia, por isso, cabe ao paciente buscar clínicas licenciadas para realizar seu tratamento, uma vez que o desgaste emocional e financeiro é grande.

 
     
   
 
 
  Resolução RDC nº 23  
  Veja a resolução RDC nº 23, no que diz respeito às normativas da Vigilância Sanitária (ANVISA) referente as Clínicas de Reprodução Humana Assistida.  
  Clique aqui e faça o download.  
     
 
  Voltar ao topo Voltar ao topo Compartilhe nas redes sociais:      
 
 
     
 
 
Direitos reservados a PRO NASCER.com.br. Desenvolvido por INTERPIX Internet